Taxas reduzidas para a reabilitação urbana
banner AEG728x90
Versão para impressão
PDF

Taxas reduzidas para a reabilitação urbana

on .

diggdiggfacebookfacebooktwittertwitter

reablitacao-urbana

BEI vai dar crédito com taxas reduzidas para a reabilitação urbana

Os proprietários que queiram realizar obras de reabilitação nos seus imóveis vão ter acesso de financiamento com taxas de juro reduzidas, no âmbito de uma linha de crédito contratada pelo Governo com o Banco Europeu de Investimento (BEI). A única condição é que, durante o prazo de amortização do empréstimo, as casas têm que ser arrendadas.

O novo financiamento estará no terreno no início do segundo trimestre de 2015 e enquadra-se no objetivo do "continuar o desenvolvimento do mercado do arrendamento" segundo explica o ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, citado pelo Jornal de Negócios.

Jorge Moreira da Silva, numa conversa sobre o mercado do arrendamento, adianta ainda que o programa arranca com uma disponibilidade de 50 milhões de euros "e já está desenhado", faltando apenas afinar "alguns formalismos".

Os 50 milhões iniciais, "depois de serem gastos, poderão dar origem a novas tranches idênticas", revela, por sua vez, Reis Campos, presidente da Confederação da Construção e do Imobiliário, também citado pelo jornal. "

O prazo de reembolso "deverá ser da ordem dos 15 anos e o investimento privado será financiado em 80%", ou seja, os proprietários terão sempre de entrar com uma fatia de 20% do total do investimento que terão de conseguir por outras vias.

As taxas de juro do empréstimo via BEI não estão ainda totalmente fechadas. À partida, nada impede os proprietários de amortizar o financiamento antes dos 15 anos, admite Reis Campos.

 

Fonte: Idealista News